Dr. Jonathan Scapin Zagatti
CRM-SP 139.987

- Médico Especialista em Doenças do Rítmo Cardíaco

- Especialização em Cardiologia pelo Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo

- Especialização em Arritmia Clínica e Marcapasso pelo instituto Dante Pazzanesi de Cardiologia

Clínico geral

O Clínico está apto a tratar diversas doenças e encaminhar o paciente quando houver necessidade de um especialista, além de realizar check up, para acompanhar a saúde do paciente e evitar riscos que possam futuramente comprometer o seu bem estar.

Check-up

Tem por objetivo prevenir o desenvolvimento de doenças ou detectá-las no seu estágio inicial aumentando a chance de cura e prevenindo complicações relacionadas à doença.

Através do check up podemos atuar na prevenção e tratamento de várias doenças como por exemplo: hipertensão arterial, diabetes, colesterol elevado, doenças cardiológicas, câncer, osteoporose e etc.

Avaliação pré-operatória

As avaliações pré-operatórias são necessárias para verificar a condição do candidato à cirurgia, observando o estado clínico e possíveis alterações cardíacas ou clínicas.

A avaliação é realizada por meio da história clínica do paciente, exame físico e exames complementares e tem por objetivo reduzir possíveis complicações que podem ocorrer durante a cirurgia e anestesia.

Marcapasso

O Marcapasso é um aparelho que se implanta no coração para auxiliar o ritmo cardíaco sempre que o batimento estiver muito devagar.

Atuamos avaliando a indicação e o acompanhamento clínico dos pacientes que já realizaram ou vão necessitar realizar esse tipo de procedimento.

Arritmia

As arritmias cardíacas são um distúrbio do coração caracterizado pela alteração da frequência cardíaca e/ou do ritmo cardíaco. A frequência cardíaca normal do coração em repouso varia de 50 a 100 batimentos por minuto. Quando a frequência cardíaca está acima disso chama-se taquicardia e abaixo disso bradicardia.

O prognóstico e o tratamento vão variar de acordo com o tipo de arritmia. Existem desde arritmias benignas que podem não precisar de medicamento e que melhoram com mudança de estilo de vida do paciente a arritmias mais graves e que se não tratadas podem levar a óbito.